Fiscal de Biguaçu age e mãe de família de baixa renda tem energia restabelecida após corte ilegal



O fiscal Thiago de Souza colocou em prática os conhecimentos obtidos no curso da melhor maneira possível: ajudando o próximo. No caso, foi uma mãe de família carente que teve a luz cortada de maneira ilegal pela concessionária de energia.


Em virtude da pandemia, a cidadã não conseguiu seguir arcando com o pagamento da energia, ficando inadimplente. Todavia, por força da resolução 928 da Aneel, a concessionária não poderia realizar a interrupção no serviço, que é de natureza essencial.


Diante da irregularidade e do grave prejuízo causado à família, o fiscal rapidamente tomou a frente do caso e entrou em contato com a concessionária de energia, apresentando requerimento fundamentado para que a energia fosse restabelecida. Na peça, aplicou os conhecimentos conforme ensinado nas aulas, demonstrando juridicamente a irregularidade da situação.


O final não poderia ter sido melhor: a concessionária reconheceu a procedência do pedido e restabeleceu o fornecimento de energia imediatamente.